Como utilizar mensagens de voz em campanhas de Black friday

Ampliar os canais de comunicação é uma forma eficiente para suprir as demandas da Black Friday. Confira 7casos de uso de mensagens de voz!

Se você tem o hábito de consumo on-line, com certeza já deve ter passado por uma série de campanhas promocionais de Black Friday. Se você costuma ler artigos e notícias em portais de comunicação, também já deve ter visto pelo menos uma chamada alertando que a Black Friday de 2020 será a maior de todos os tempos.

De fato, a expectativa é grande depois do recuo da economia como consequência da pandemia causada pelo coronavírus. Houve retração do PIB, redução no consumo das famílias e as vendas no varejo retraíram 23,4% em abril de 2020. Por outro lado, o isolamento social impulsionou as vendas on-line e, no mesmo período, houve um crescimento de 137% no e-commerce brasileiro. 

Os dados são do relatório de Estudos e Insights para a temporada Black Friday 2020, realizado pelo Google, que apontou ainda que o crescimento do e-commerce representou 12,6% do comércio varejista e teve picos de vendas principalmente nas datas sazonais do calendário de e-commerce, como Páscoa, Dia das Mães e Dia dos Namorados. 

Com os consumidores cada vez mais conectados, as marcas precisam se preparar para o aumento da demanda causado todos os anos na Black Friday: ampliar o estoque e a equipe de atendimento, investir em tecnologia e pensar em formas criativas e personalizadas para enviar promoções, como mensagens de voz, por exemplo.

Neste artigo, conheça alguns casos de uso da mensagem de voz em promoções, ações de pré e pós-vendas que podem ser utilizadas para apoiar as vendas na Black Friday.

Por que usar mensagens de voz nas ações de Black Friday?

Se o consumo on-line cresceu e a população quebrou várias objeções em comprar por meio de sites e aplicativos, é comum que o primeiro canal de apoio para as vendas que venha à mente seja o WhatsApp, certo? E, de fato, o aplicativo foi fundamental para que as empresas seguissem ativas durante a pandemia, principalmente antes das flexibilizações acontecerem.

No entanto, existem restrições do WhatsApp em relação à venda direta e ao envio de ações de marketing pelo aplicativo. Você pode saber mais em: Vendas pelo WhatsApp: saiba se é possível e quais são as limitaçõesAlém disso, para o WhatsApp, os consumidores precisam ter um smartphone e internet para trocar mensagens com as empresas. Por essas e outras razões, as mensagens de voz são um dos canais mais utilizados e consolidados para apoiar ações de marketing e vendas.

Outro ponto que merece destaque é que os recursos de voz podem ser utilizados por empresas de diferentes tamanhos e segmentos, inclusive no varejo! As mensagens de voz podem ser utilizadas para convidar para eventos, enviar promoções e lembretes, fazer confirmações e agendamentos e o que mais a criatividade mandar. Tudo isso porque as vantagens principais desse canal é a instantaneidade e a interação em tempo real.

No varejo, um torpedo de voz, como também é conhecido, pode ser utilizado tanto para enviar uma informação completa quanto para atuar de forma transacional. E você não precisa escolher entre um canal ou outro, mas sim utilizar uma solução de voz como forma de ampliar a estratégia de comunicação e relacionamento com o cliente.

Afinal, uma das maiores reclamações dos consumidores em relação à Black Friday é a falta de agilidade no atendimento ao cliente. Quer conhecer alguns casos de uso e exemplos de mensagens de voz para oferecer uma experiência de compra incrível? Continue a leitura do artigo!

7 casos de uso de mensagens de voz no varejo

1. Agendamento

  • Confirmação de presença de consultas e/ou agendamentos, como retirada de produtos, por exemplo.

2. Atendimento

  • Disponibilizar número de protocolo de atendimento ao cliente.

3. Avisos e lembretes

  • Lembrete de data estimada de entrega/busca do produto;
  • Notificação de acompanhamento e rastreamento de entrega do produto;
  • Notificação de aprovação de compras e status do pagamento;
  • Lembrete de data estimada de entrega;

4. Cadastro

  • Envio de token de cadastro;
  • Recuperação de senhas em dois fatores (2FA).

5. Confirmação

  • Confirmação do recebimento de pagamento do produto;
  • Confirmação da data de recebimento do produto;
  • Confirmação de realização de estorno.

6. Pesquisa

  • Envio de feedbacks e sugestões;
  • Pesquisa de satisfação do consumidor.

7. Segurança

  • Autenticação de criação de perfil em site/aplicativo;
  • Emissão e envio de tokens.

7 exemplos de mensagens de voz para usar na Black Friday

  1. Olá, aqui é do Delivery “Incluir nome da loja”. Estamos ligando para avisar que você tem um pedido pendente no app.
  2. Olá cliente “Incluir nome da loja”, você tem um produto com entrega agendada para hoje, às xx horas. Se você está disponível para o recebimento, tecle 1. Para reagendar, tecle 2.

Dentro do exemplo “2”, é possível disparar um segundo torpedo para outra pessoa aguardando encaixe e avisar que vagou um horário às x horas, caso queria adiantar o recebimento. 

  1. “Nome do cliente”, venha à loja “Incluir nome da loja” amanhã que teremos ofertas exclusivas para a Black Friday!
  2. Oi, Nome do cliente. Você está recebendo um convite exclusivo para participar da Black Friday da “Nome do e-commerce”. Acesse nosso site amanhã e garanta o seu desconto com o cupom “Nome do cupom”.
  3. Olá! Vimos que você abandonou o carrinho. Para falar com um vendedor, aperte 1. Para ir para a URA e digitar seu cartão, aperte 2”.
  4. “Aqui é da “Incluir nome da loja”. Se você tem interesse em receber nossas ofertas via WhatsApp, aperte 1”.
  5. “Olá! Você fez uma transferência muito diferente do seu padrão. Aperte 1 para confirmar ou 2 para cancelar a operação”.

Agora que você já conhece alguns casos de uso de mensagens de voz no varejo, confira nossas dicas de como elaborar uma estratégia de planejamento para a Black Friday.

Categorias:
Escrito por

Rosangela Menezes

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.