O que é relacionamento com cliente? Dicas valiosas para construir relacionamentos duradouros

O relacionamento com o cliente vai além do produto ou serviço que ele adquire, é construir algo realmente profundo. Leia para saber mais!

Em meio à nova era digital, você provavelmente já ouviu falar que os consumidores compram algo não apenas pelas suas atribuições práticas, mas, sim, pela experiência atrelada àquela compra. 

Segundo a pesquisa O Futuro da Experiência do Cliente, 89% dos brasileiros afirmam que a experiência é um fator determinante para a decisão de compra.

Mas como o relacionamento entra nesse contexto?

Manter um relacionamento verdadeiro com os clientes, ou seja, que envolva respeito mútuo e uma comunicação próxima e frequente, colabora significativamente para que o cliente tenha uma boa experiência com sua marca.

O presente post tem como propósito te auxiliar a estruturar processos mais eficazes em sua comunicação, para construir relacionamentos com os clientes. 

O que é relacionamento com o cliente?

Para entender o que é o relacionamento com o cliente, vamos estudar um pouquinho mais a fundo o que significa ter um relacionamento.

Tendo como referência o significado semântico da palavra, podemos definir o relacionamento como o ato de estabelecer conexões e ligações com pessoas para fins afetivos, profissionais ou de amizade, unidas em prol de interesses e objetivos mútuos. 

Para que o relacionamento se concretize, convivência, comunicação e atitude recíproca são fundamentais. 

Mas o relacionamento vai além disso, não precisamos apenas construí-lo sem parâmetros,  mas, sim, colaborar para que ele seja um bom relacionamento. 

Para isso, fatores como confiança, empatia, respeito e harmonia devem ser trabalhados para sustentar relacionamentos saudáveis, onde a reciprocidade reina. 

Qual é a aplicabilidade desse conceito? Como ele pode me ajudar?

Importância em manter um bom relacionamento com seu cliente

Agora, você deve estar se perguntando por que deveria colaborar para a construção de bons relacionamentos com seus clientes. 

Mesmo sendo uma tarefa árdua, construir bons relacionamentos pode trazer vantagens muito positivas para sua empresa e aumentar diversos indicadores como as conversões e até o reconhecimento de marca.

Mas como isso é possível?

Quando demonstramos empatia, confiança e, acima de tudo, parceria com nossos clientes — como se empresa e consumidor colaborassem para o crescimento mútuo –, a tendência é que o cliente sinta-se acolhido e próximo à marca, com altas chances de indicá-la a seu meio social. 

Como o relacionamento é uma atividade recíproca, ele pode chegar a um nível em que o cliente colabora ativamente para o crescimento da própria empresa, sem nenhum incentivo direto. 

Não só isso, mas sua preferência sempre será pela sua marca, sendo responsável por parte significativa da receita constante da empresa, aumentando a fidelização de seus clientes. 

Você não quer perder um cliente desse, não é mesmo?

O tempo e o esforço necessários para desenvolver relacionamentos de tamanha magnitude podem ser grandes, porém os resultados são promissores!

Confira agora algumas dicas para construir relacionamentos duradouros com os clientes, contemplando todos os níveis de profundidade dessa prática. 

4 dicas para construir relacionamentos duradouros com o cliente

Para construir um relacionamento profundo e vantajoso para seu negócio, é importante ressaltar a necessidade de consolidar parcerias com o cliente. 

Alcançar o nível de parceria com seus clientes deve ser um dos grandes objetivos de sua marca quando pensamos em relacionamento com o cliente.

Mas, assim como em todo relacionamento, precisamos ir evoluindo e nos adaptando até chegar nesse patamar. 

Por isso, você deve visualizar e trabalhar o processo de construção do relacionamento por etapas e, conforme avança nas etapas, mais profundo é o relacionamento, portanto, melhores são as vantagens. 

Confira abaixo quais são esses níveis e algumas dicas profissionais para atuação em cada um deles da maneira correta, guiando o cliente sempre para a etapa seguinte.

Primeiro contato: início do relacionamento com o cliente 

O primeiro contato geralmente é associado à primeira venda, mas não é necessariamente  quando a venda ocorre. 

Ela acontece a partir do momento em que o usuário interage de alguma forma significativa com sua marca, seja fornecendo dados de lead, adquirindo um produto ou comunicando-se via chat online.

Nesse primeiro momento, é importante demonstrar que está à disposição do consumidor e escutá-lo com atenção e empatia, para que ele tenha uma boa impressão.

A equipe de atendimento geralmente é responsável pelo primeiro contato. Portanto, é importante que o atendimento ao cliente seja feito da melhor forma e de maneira personalizada, para que o cliente tenha seu problema resolvido com eficácia. 

Não só isso, vale ressaltar a importância em deixar claro que o cliente pode voltar quando desejar e oferecer os meios para isso, como telefones, perfil nas redes sociais e outros pontos de contato. 

Retorno e feedback: segunda etapa do relacionamento com o cliente

Após o primeiro contato, com os devidos incentivos na primeira etapa, alguns clientes retornaram ao site/loja física. 

Nesse momento, conhecendo o cliente mesmo que superficialmente, já podemos ter uma abordagem mais próxima e alguma ideia do que ele busca. 

Portanto, oferecer produtos relacionados ao que ele já adquiriu ou pesquisou previamente é um bom caminho para demonstrar empatia.

Nessa etapa, já é possível solicitar algum tipo de feedback para os clientes, mesmo que informal, para saber sua opinião sobre a marca até o momento. 

Isso demonstra que a empresa valoriza o cliente e tem disposição para melhorar seus processos. 

Contatos frequentes: terceira etapa do relacionamento com o cliente

Após o segundo estágio, quando sabemos que o cliente demonstrou mais interesse pela marca, é possível se aprofundar um pouco mais e manter a comunicação frequente. 

Nessa etapa, promoções exclusivas, cupons, formulário para opiniões/sugestões e até dicas são muito bem-vindos para que o cliente tenha o sentimento de exclusividade. 

E-mails personalizados são ótimas opções para essa etapa, mantendo o relacionamento mais próximo e incentivando a interação cada vez maior do cliente com a marca.

Como dissemos, o relacionamento é recíproco, portanto, em meio a tantos benefícios que os clientes terão acesso, as chances de que eles retribuam com bons feedbacks, recomendações e preferência pela marca são grandes. 

Parceria: última etapa do relacionamento com o cliente

É após passar por todas as etapas anteriores que será possível consolidar uma verdadeira parceria com o cliente.

A comunicação se tornará mais natural e o cliente se sentirá mais confortável e confiante com a marca. 

Mais do que isso: ele se torna um defensor da marca, participando ativamente de sua divulgação, sem incentivos diretos, ou seja, o cliente é verdadeiramente fidelizado. 

Um ponto muito importante para o qual você deve se atentar é que as práticas aplicadas em todas as etapas devem ser mantidas, mesmo que o cliente tenha avançado no nível de relacionamento.

Com as devidas proporções e abordagens, a comunicação próxima, frequente e empática deve ser mantida constantemente, para que o cliente continue sendo um parceiro da marca.

E aí, gostou do conteúdo?

Para se aprofundar mais no assunto, veja também o post com tudo sobre fidelização de clientes.

Escrito por

Zenvia

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.