Plataforma de comunicação como serviço (CPAAS): o que é e quais os benefícios?

Você sabia que a plataforma de comunicação como serviço gera benefícios tanto para quem desenvolve softwares quanto para quem usa? Confira!

Desde a criação e popularização da computação em nuvem os departamentos de TI nunca mais foram os mesmos. Aquelas longas horas baixando software salvos em mídias físicas e depois fazendo toda a instalação nas máquinas dos usuários era um trabalho sem fim. Isso sem contar com a necessidade de atualização que acontecia de tempos em tempos.

Todo este processo foi suavizado quando os sistemas passaram a ser criados em formato de Software como Serviço, também conhecido pela sigla SaaS. Contudo, as dores de cabeça com atualização, sistemas operacionais e infraestrutura continuaram para os desenvolvedores de software

A PaaS, ou Plataforma como serviço, então, surge como uma nova opção que pode diminuir todo este trabalho seriado e lento pelo simples fato de que, neste caso, o ambiente já oferece uma implementação concluída. 

A seguir, vamos compreender um pouco mais as diferenças entre SaaS e PaaS e apresentar o CPaaS, a Plataforma de Comunicação como Serviço. 

O que é Plataforma como Serviço e no que ela difere do SaaS?

Como dissemos acima, SaaS é um serviço de aplicação em nuvem em que o usuário quase sempre acessa o sistema diretamente pelo navegador web e não precisa se preocupar com nenhum tipo de instalação ou atualização. Ou seja, neste caso, todo o gerenciamento da ferramenta é feito pelas mãos dos fornecedores, que se responsabilizam por questões como manutenção, armazenamento, servidores, entre outros.

Para quem adquire este serviço, os benefícios são incríveis, já que o tempo e o dinheiro que seriam gastos com tarefas desgastantes de instalação e manutenção ficam por conta da equipe de suporte da empresa contratada. 

A plataforma como serviço, por sua vez, é a melhor forma de prover uma aplicação em nuvem no qual os benefícios do SaaS para os clientes são mantidos, mas, ao mesmo tempo, o trabalho da equipe de desenvolvimento se torna muito mais fácil. 

A PaaS oferece uma estrutura completa para os desenvolvedores, assim como componentes de nuvem que podem ser usados na construção e criação de aplicativos personalizados. Além disso, os desafios que envolvem infraestrutura, sistemas operacionais e armazenamento são completamente reduzidos porque o modelo de entrega da plataforma é totalmente on-line

Outros importantes benefícios ligados às plataformas como serviço são: performance altamente escalável e personalizável, grande redução na quantidade de codificação, desenvolvimento de aplicações simples e econômicas, entre outros. Para quem desenvolve, escolher este formato de aplicação em nuvem é reduzir custo, aumentar a produtividade e fazer entregas mais rápidas e com mais qualidade.

E qual a diferença entre PaaS e CPaaS, afinal?

CPaaS é a sigla de Plataforma de Comunicação como Serviço. Em outras palavras, este serviço nada mais é do que a própria plataforma como serviço construída com foco em comunicação e telefonia.

Vamos explicar melhor. A Plataforma de Comunicação como Serviço (CPaaS) oferece a estrutura necessária para que empresas consigam integrar o back-end dos seus serviços de comunicação com as APIs dos aplicativos de bate-papo que os clientes já utilizam. Viber, Messenger, Whatsapp? Qualquer aplicativo deste pode ser integrado de forma fácil e segura nos sistemas das empresas.     

Além disso, a CPaaS possibilita a integração de APIs de telefonia que permitem a conexão entre dispositivos móveis e serviços de comunicação. Uber e Airbnb são dois exemplos de empresas que utilizam Plataforma de Comunicação como Serviço e APIs de telefonia para oferecer envio de mensagens e comunicação de voz e vídeo por meio de seus sistemas.

Mas a utilização deste tipo de solução não está restrita aos aplicativos de aluguéis de hospedagem ou transporte. Muito pelo contrário. Empresas de diversos segmentos como entretenimento, marketing, serviços financeiros, comércio on-line ou off-line, entre tantos outros, podem unir este tipo de serviço à sua estratégia de atendimento ao consumidor, potencializando o atendimento omnichannel.

Conheça mais alguns benefícios que a PaaS e a CPaaS promovem às organizações: 

  • Controle de custos, já que a empresa paga apenas pelo serviço que realmente utiliza; 
  • Maior produtividade para o time de desenvolvimento, já que o tempo gasto com os desafios da TI convencional são minimizados com as plataformas como serviço
  • Escalabilidade, já que as infraestruturas de ambas as plataformas como serviços se adequam a quaisquer tamanhos de projetos;
  • Comunicação mais abrangente e eficiente por conta da integração dos canais digitais preferidos dos consumidores aos sistemas da empresa.

O mercado de CPaaS está vivendo uma taxa de crescimento de 40% ao ano, com previsão de alcançar um valor de cerca de US$ 11 bilhões em 2022. Estes dados comprovam que a tecnologia CPaaS tem um grande potencial e pode agregar ainda mais valor para as empresas que decidem investir nesse tipo de tecnologia..

Se este conteúdo foi interessante, leia o post Como a Teleperformance ajuda seus clientes a terem uma experiência omnichannel

Imagem: Tecnologia foto criado por rawpixel.com – br.freepik.com

Escrito por

Zenvia

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.