blog-herobg.jpg

BLOGZENVIA

Confira nossas dicas e conteúdos
sobre mercado digital
zenvia-inspira-jovens

Zenvia desperta o interesse de jovens para as tecnologias conversacionais

As tecnologias são grande aliadas na educação. Estudos como o da revista Proceedings of the National Academy of Sciences já constataram que o desempenho dos alunos aumenta em 6% e a taxa de reprovação cai 1,5% com a chamada aprendizagem ativa, em comparação aos métodos tradicionais. Mas quem diria que tecnologias conversacionais seriam usadas para a defesa de trabalho de conclusão de curso?

Foi isso o que aconteceu recentemente na Faculdade de Tecnologia FIAP. O head de Operações e Alianças Estratégicas da Zenvia, Adriano Freire, foi convidado pela instituição de ensino para realizar duas palestras com o tema “Desmistificando os chatbots”. Ao acompanhar a apresentação, Eliane Alves Pereira, na época aluna da graduação em Gestão da Tecnologia da Informação, percebeu o chatbot como ferramenta essencial para a Startup One que estava desenvolvendo, com o tema “Chatbot para Ensino EAD”.

“A palestra do Adriano nos deu a oportunidade de testar a interatividade com o chatbot e nos inspirou a criar um protótipo que respondia ao fórum de dúvidas das instituições EAD. Todo o processo demorou dois dias e imputar o fluxo de diálogos do chatbot na plataforma da Zenvia foi bem rápido e didático, visto que a plataforma é intuitiva e de fácil entendimento. Precisei de suporte somente para os ajustes finais”, conta Eliane.

Para a agora profissional de TI, a recepção do projeto com o suporte da plataforma de chatbot da Zenvia não podia ter sido melhor. “Dez professores avaliaram e a banca inteira testou o chatbot, junto com o público que estava assistindo. O melhor foram as palmas!”, comemora.

Na opinião de Adriano Freire, exemplos como o de Eliane mostram que o mercado está percebendo a relevância e a necessidade de aplicar as tecnologias conversacionais em suas estratégias. Também sinalizam que recursos como os chatbots estão sendo bem recebidos, inclusive por profissionais em formação, que já enxergam carreiras nos assistentes virtuais.

“Os chatbots não só facilitam processos e melhoram o atendimento, com taxa de resolução de 90%. Esses assistentes virtuais também inspiram jovens a seguirem as novas profissões que estão surgindo no mercado de trabalho, conforme a tecnologia avança. Isso é altamente positivo em vários aspectos, pois estimula a inovação no setor, encoraja a especialização na área e democratiza o acesso às tecnologias conversacionais, como os chatbots”, pontua o executivo.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.

New Call-to-action

POSTS MAIS LIDOS