blog-herobg.jpg

BLOGZENVIA

Confira nossas dicas e conteúdos
sobre mercado mobile
zenvia-GSH.png

Case GSH: SMS faz toda a diferença no projeto Canoas Saúde

O SMS ajuda a diminuir drasticamente o absenteísmo e também a organizar as consultas pelo SUS na cidade de Canoas, no RS. O teleagendamento e o envio de SMS fazem com que a secretaria de saúde consiga antender sete mil pessoas a mais no mês pelo Sistema Único de Saúde.

Sobre a GSH

A GSH é uma empresa que há 16 anos pesquisa, desenvolve e aprimora sistemas e metodologias de trabalho, fornecedora para clientes como a Secretaria Municipal de Saúde de Canoas, na grande Porto Alegre. A empresa, cujo foco é o desenvolvimento de software para gestão de saúde, encontrou no SMS uma maneira prática de solucionar o problema de diversos clientes.

Cenário

Seus clientes, na maioria secretarias de saúde de grandes cidades, possuem o desafio diário de diminuir as filas em busca de uma consulta com especialista médico nos postos de saúde. Além disso, muitos pacientes que conseguem marcar uma consulta não comparecem na hora do atendimento, o que contribui para o nível de absenteísmo.

Solução encontrada

A Secretaria Municipal de Saúde de Canoas aodotu o SMS nos processos de marcação de consultas e teleagendamento, e o resultado alcançado foi surpreendente. O processo ocorre da seguinte maneira, conforme explica Victor Toledo, analista de TI da GSH: "Quando a pessoa se cadastra em algum posto de saúde do município, seu contato fica no nosso sistema (ela é questionada se deseja ou não fornecer o número de celular para o recebimento do SMS); a partir de então, ela começa a ser informada por SMS um dia antes de sua consulta". Victor ainda explica que "o primeiro lote de SMS foi enviado comunicando que o teleagendamento estava disponível por telefone, indicando o número para entrar em contato e marcar as consultas. A partir dos agendamentos realizados, o paciente recebe, no seu celular, a confirmação da consulta, com o local, o horário e o médico que irá atendê-lo".

O envio é feito por meio de um gateway da Zenvia, empresa líder em mensagens móveis no Brasil. A implementação do Zenvia Connect API de Integração no sistema da GSH foi muito fácil, segundo Toledo: "Em uma semana fizemos os testes de integração e, na semana seguinte, realizamos os disparos. Foi fácil." O uso de SMS faz parte do sistema de teleagendamento desenvolvido pela empresa. Com o API de Integração da Zenvia o envio é feito diretamente do sistema da GSH, sem que precise ficar um funcionário do SUS programando os envios.

Resultados

Além de acabar com as longas filas, a adoção do sistema GSH contribuiu para uma gestão mais eficiente nos postos de saúde. No primeiro mês do teleagendamento, foram 42.523 consultas básicas marcadas com médico da saúde da família, pediatras, ginecologistas e dentistas; 9.953 consultas especializadas agendadas; 14,502 pessoas com um ou mais exames marcados; e 50.356 ligações ao sistema. Além disso, de acordo com Santos, houve uma demanda muito grande de pacientes que, por algum motivo, não iam ao médico e passaram a procurar o serviço. "Tivemos um acréscimo de sete mil pacientes a mais no mês. Nossa abstenção era de no mínimo 35% nas consultas, e com o SMS este índice caiu drasticamente."

 

"Os resultados são palpáveis, e já recebemos vários feedbakcs nos parabenizando pela iniciativa do contato direto proporcionado pelo SMS. O objetivo inicial do projeto foi até superado, na medida em que temos 150.000 pessoas cadastradas por mês em nosso sistema."

Victor Toledo, analista de TI GSH

Tags: Saúde SMS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.

New Call-to-action