Planejamento Estratégico: guia completo para uma estratégia de sucesso

Saiba o que é planejamento estratégico e como uma boa estratégia pode te ajudar a gerar visão de negócio, traçar metas e solucionar crises! Confira!

O planejamento estratégico é essencial para pautar planos de ação práticos que possam impulsionar o seu negócio.

Traçar um plano estratégico é o primeiro passo para determinar e desenvolver objetivos de curto, médio e longo prazo para seu negócio. Com um plano bem definido e otimizado, você terá uma visão clara e organizada dos passos a seguir, para alcançar o sucesso de maneira eficiente.

Então acompanhe nosso artigo, aprenda a definição de planejamento estratégico e conheça formas práticas e simples de aplicá-lo em seu negócio para alcançar suas metas e contornar situações de crise!

O que é planejamento estratégico

Para entender o que é planejamento estratégico, é necessário compreender bem a definição das duas palavras que o compõem. 

Planejar é o ato de “criar um plano para otimizar o alcance de determinado objetivo”, portanto, pode abranger diversas áreas e é uma importante tarefa de gestão e administração. Deve servir como guia para a tomada de decisões. 

Estratégia, por sua vez, é o método utilizado para alcançar um objetivo específico. 

Sendo assim, plano e estratégia estão intimamente ligados e, quando desenvolvidos em conjunto, trabalham para otimizar um ao outro e alcançar os objetivos traçados de maneira eficaz.

O planejamento estratégico de uma empresa, portanto, é uma ferramenta de gestão que envolve a organização e o estabelecimento de estratégias para o alcance de objetivos. Vai desde a definição de metas até a tomada de decisões e a prática de ações para atingir o que foi proposto. 

Como fazer um planejamento estratégico 

Mais do que saber o que é planejamento estratégico, é muito importante conhecer as etapas a serem seguidas para a elaboração de um plano estratégico eficaz, que aborde as principais necessidades da sua empresa. Por isso, montamos aqui o guia completo para você!

Análise SWOT

Como primeiro passo, é necessário fazer uma análise profunda do cenário interno e externo da empresa, determinando seus pontos fortes e fracos em relação à concorrência, entendendo o momento atual e sua posição no mercado. 

Em uma análise SWOT (sigla em inglês que em tradução livre significa Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças), uma equipe designada irá dedicar seu tempo observando o cenário interno da empresa, determinando suas forças e fraquezas; e o externo determinando as oportunidades e ameaças do mercado. 

Esta etapa é importante pois te permitirá obter um panorama completo da posição atual da empresa e, assim, começar a pensar em estratégias adequadas para alcançar suas metas. 

Por exemplo, se for determinado que um ponto fraco da empresa é a fidelização de clientes, pode-se pensar em estratégias de mobile marketing que melhorem o customer experience

Conheça seu negócio

Definir claramente a razão de existir, aspirações futuras e princípios que orientam seu negócio é de extrema importância. 

A missão, a visão e os valores da empresa irão servir de guia para a tomada de decisões e definição de estratégias em todas as áreas de sua atuação, seja para fechar novos negócios, contratar funcionários ou resolver crises internas e externas. 

Não adianta adotar estratégias generalizadas. Para criar um plano de ação personalizado que seja compatível e viável com as diretrizes da organização, é necessário sempre levar em consideração a identidade da empresa. 

Portanto, é ideal que a missão, a visão e os valores da empresa estejam sempre atualizados e reflitam não apenas princípios traçados em uma folha de papel, mas fundamentos experimentados e postos em prática no dia a dia corporativo.

Defina objetivos

Já que o planejamento estratégico envolve a adoção de estratégias para alcançar objetivos, é essencial que a empresa possua bem definidas suas metas e seus objetivos.

O planejamento é essencial para determinar onde se quer chegar de forma realista. Com pontos fortes e fracos, ameaças e oportunidades estabelecidos, fica fácil traçar um plano para o futuro ideal da empresa. 

Nesta fase, também é importante o estabelecimento de indicadores, que vão possibilitar o acompanhamento das metas. Por exemplo, se um dos objetivos da empresa for a captação de clientes, um dos indicadores deve ser o número mensal de clientes.

Crie um plano de ação

Esta é a fase prática do planejamento estratégico! Agora que você já possui uma visão abrangente sobre o cenário atual da empresa, seus objetivos e os princípios que o guiarão a alcançá-los, está na hora de criar um plano de ação concreto. 

Para isso, deve-se designar uma equipe responsável, criar um cronograma a ser seguido e definir as ações a serem tomadas por ordem de importância. 

Se até aqui, por exemplo, ficou determinado que um dos objetivos é a diversificação de canais de atendimento, uma boa ação é investir em WhatsApp Business, envio de SMS e até mesmo plataformas de atendimento multicanal, como o Zenvia Chat, que pode te ajudar a gerir todos os seus canais em um só lugar.

Planejamento estratégico em tempos de crise

Agora que você já sabe os quatro passos simples a serem seguidos para criar o planejamento estratégico de uma empresa, é necessário entender a sua importância, principalmente em tempos de crise como o que vivemos. 

Durante uma crise como a atual, o planejamento estratégico de marketing pode ser um diferencial vantajoso para seu negócio, destacando as responsabilidades de cada área, ajudando na execução efetiva de estratégias de gestão de crise e criando ações eficazes direcionadas a este cenário excepcional. 

Com planejamento, é possível superar crises mais rapidamente e reinventar seu negócio, traçando metas adequadas para a nova realidade e ações inovadoras a serem adotadas. 

Caso você já possua um planejamento estratégico, é possível reestruturá-lo para que seja mais adequado à situação. 

Por exemplo, se em sua análise SWOT foi determinado que a pré-venda era um dos pontos fortes da empresa, em um plano de ação específico para a crise, pode-se pensar em adaptar o pré-venda para novas plataformas, como o SMS.

Para reestruturar o planejamento estratégico, você deverá passar pelos quatro passos novamente, pensando na posição da empresa em meio a este novo cenário e estabelecendo novos objetivos e planos de ação, utilizando a visão e a missão como guias. 

Uma coisa é certa: seja em tempos bons ou de crise, o planejamento estratégico pode trazer vantagens para as mais diversas áreas do seu negócio – desde um atendimento ao cliente diferenciado até o marketing de conteúdo. Basta traçar suas metas!

Falando em como adotar novas estratégias no cenário atual, não deixe de conferir também as dicas da Zenvia para melhorar o atendimento ao cliente em tempos de crise!

Escrito por

Zenvia

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.