blog-herobg.jpg

BLOGZENVIA

Confira nossas dicas e conteúdos
sobre mercado mobile
blog-7-principais-motivos-da-inadimplencia-e-como-evitalos.jpg

Os 7 principais motivos da inadimplência e como evitá-los

De acordo com dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 39,56% dos brasileiros entre 18 a 95 anos de idade estão com o nome sujo na praça.

Para quem possui um negócio, o primeiro passo para reduzir esse número é entender os motivos da inadimplência.

Ao conhecer os motivos, é possível traçar estratégias e abordagens para recuperar esse dinheiro — como oferecer melhores condições de pagamento, de acordo com a realidade financeira dos devedores.

No conteúdo a seguir, listamos os 7 motivos da inadimplência e o que deve ser feito para reduzir o número de devedores em sua empresa. Confira:

Quais são os principais motivos da inadimplência?

1. Desemprego

O desemprego é a principal razão da inadimplência no Brasil, de acordo com o levantamento do SPC Brasil. Segundo os estudos realizados em parceria com a CNDL, foi constatado que 38% dos inadimplentes deixaram de pagar as suas dívidas assim que saíram de seus empregos.

Nessas situações, as pessoas acabam priorizando o essencial e, por isso, deixam de arcar com as demais obrigações em seu nome. A solução é acompanhar cada caso e procurar entender a situação do devedor, sempre oferecendo boas condições para quitar suas dívidas.

2. Falta de educação financeira

Muitos inadimplentes não conhecem o valor do dinheiro e, por isso, saem fazendo dívidas deliberadamente. Um dos motivos desse comportamento é a falta de educação financeira.

O inadimplente desconhece as formas de gastar de maneira saudável, gerando despesas indevidas e acúmulo de contas para pagar.

Portanto, para evitar a inadimplência em sua loja, é preciso verificar minuciosamente a situação do cliente antes de fechar o negócio.

3. Diminuição da renda

Com o aumento da taxa de desemprego e a diminuição de renda, o número da inadimplência também tende a aumentar. E isso não acontece só em razão do desemprego. O aumento da inflação também influencia na diminuição da renda, já que o dinheiro passa a valer menos e as pessoas perdem poder de compra.

Dessa maneira, o inadimplente utiliza o dinheiro disponível para arcar com as despesas essenciais para ele e para sua família — deixando, assim, de pagar contas e dívidas que, sob seu ponto de vista, são consideradas supérfluas.

4. Falta de planejamento financeiro

Assim que recebe o salário, muita gente não faz nem ideia para onde o dinheiro vai. Isso acontece por falta de um planejamento financeiro para controlar os gastos do dia a dia.

Essa falta de controle faz com que a pessoa não idealize que o dinheiro vai embora nos pequenos gastos diários, gerando dívidas que poderiam ser facilmente evitadas.

Para incentivar o pagamento em dia e ajudar seus clientes no controle financeiro, uma boa dica é oferecer brindes para quem está com as parcelas em dia e enviar lembretes sobre boletos em atraso.

5. Salário atrasado

Por mais que muita gente esteja devendo justamente por falta de planejamento financeiro, grande parte dos inadimplentes se encontra nessa situação por forças maiores. 

Na crise que vivenciamos em nosso país, muitas empresas e órgãos públicos atrasaram o salário dos funcionários o que gerou um desequilíbrio orçamentário para as famílias, que tiveram que passar por momentos de adaptação. Com isso, algumas contas se tornam prioridades e outras ficam engavetadas.

Nesse caso, o não pagamento não é de total responsabilidade dos inadimplentes. Nessa situação, é importante acompanhar as circunstâncias de perto e oferecer condições especiais para o devedor.

6. Parcelamentos

O hábito de dividir uma compra em várias parcelas é um dos principais motivos da inadimplência no País.

Ao parcelar uma compra, a pessoa assume uma dívida que pode ser de médio ou longo prazo — e, muitas vezes, a inadimplência acontece porque a pessoa não adiciona o valor dessas parcelas em seu orçamento mensal.

Ofereça bons descontos para o pagamento à vista. Assim, é possível diminuir as compras parceladas, evitando clientes inadimplentes.

7. Crédito fácil

A facilidade em parcelar compras, realizar empréstimos e estourar o limite do cheque especial são outros grandes motivos da inadimplência.

As diversas opções de crédito oferecidas pelo mercado — a juros exorbitantes — também têm relação com o aumento da inadimplência no país. Um consumidor que possui vários cartões, mas está atrasado com o pagamento de um deles, por exemplo, pode não ter o crédito aprovado na loja.

Como evitar a inadimplência?

Depois de entender os principais motivos da inadimplência, chegou a hora de adotar algumas estratégias para diminuir esse número e recuperar parte ou totalmente do valor devido.

Há algumas abordagens que podem evitar o número de clientes devedores em seu negócio. Confira algumas a seguir:

Investimento em tecnologia

Há várias tecnologias que contribuem para a diminuição da inadimplência em sua empresa — e uma delas é a cobrança digital, um chatbot que faz toda a cobrança, negociação e já envia o boleto e fatura para pagamento .

O contato, que começa pelo envio de um SMS é discreto e objetivo, fazendo com que o cliente não se sinta pressionado a lidar com aquele assunto. Essa abordagem é mais assertiva, respeitosa e amigável, o que garante uma maior taxa de conversão.

Além da cobrança via mensagem, ainda é possível que o cliente interaja com um bot escolhendo proposta e opções de pagamento. Assim, além de diminuir a taxa de devedores, esta oferta fortalece a relação entre as partes. Afinal, nada melhor do que manter um bom pagador na carteira de clientes, não é?

Área do Cliente

É possível agilizar muitos processos por meio de uma Área do Cliente.

Nesse espaço, a empresa poderá oferecer um ambiente em que os próprios credores encontram informações e formas de regularizar a situação — com orientações objetivas sobre o que deve ser feito.

Quanto mais recursos e ferramenta disponibilizadas, melhor para ambos os lados. Para a empresa, que terá de lidar com menos burocracia. E para os clientes, que poderão contar com um painel intuitivo e prático para regularizar a situação e não ter mais o nome sujo.

É muito importante conhecer os motivos da inadimplência para criar estratégias e abordagens que dão retorno. Dessa maneira, é possível diminuir a taxa de devedores e otimizar a saúde financeira do empreendimento.

Gostou deste artigo? Conheça mais sobre o Bot de Cobrança Digital.

 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.

New Call-to-action

POSTS MAIS LIDOS