blog-herobg.jpg

BLOGZENVIA

Confira nossas dicas e conteúdos
sobre mercado digital
ferramentas-de-automação-de-marketing

7 ferramentas de automação de marketing para utilizar em sua estratégia

Uma das grandes inovações em marketing é a automação de tarefas, mas indo muito além de simplesmente fazer algo de maneira automática. As ferramentas de automação de marketing buscam entender profundamente o relacionamento com o cliente, personalizando todas as ações tomadas pela empresa no contato com o consumidor em seus canais.

Isso significa que qualquer empresa pode aplicar as ferramentas de automação de marketing. Pois elas ajudam a conhecer o lead e entregar o que ele precisa, de maneira automática, personalizada e eficiente. Além disso, as companhias ganham benefícios, como aumento do ticket médio, mais produtividade dos vendedores e maior controle sobre o funil de vendas.

Se você quer aplicar a automação no marketing em seus negócios, fique atento às próximas linhas e conheça 7 ferramentas que podem ajudá-lo.

1. Unbounce

Essa ferramenta de automação de marketing auxilia na criação de landings pages eficientes, apresentando recursos que constroem páginas com design responsivo, textos informativos e call-to-actions atraentes. Todas essas medidas garantem a conversão do lead, tornando essa ferramenta ideal para o marketing de serviços.

O Unbounce também permite a criação de páginas teste, o que reduz o custo de campanhas e permite o ajuste das estratégias conforme os valores dos resultados. Outros recursos incluem integração com outras ferramentas de automação de marketing e gerenciamento facilitado de diferentes campanhas — ideal para agências e equipes com vários clientes.

2. Leadlovers

Para as empresas que querem investir no marketing de relacionamento, a plataforma Leadlovers é a ferramenta de automação de marketing ideal. Com ela é possível criar uma área de membros e incluir um curso online, gratuito ou pago, somente para quem tem acesso, além de hospedar domínios de maneira ilimitada e, também, criar páginas personalizadas.

A Leadlovers também é uma ótima opção para quem tem e-commerce, pois suas estratégias são afinadas com o consumo online. Além de ser uma ferramenta que integra-se com serviços de compra pela Internet — como o Hotmart, PagSeguro e Paypal —, essa ferramenta oferece recursos para e-mail marketing, captação e nutrição de leads.

Justamente por ser bastante completa, é uma ferramenta bem indicada para pequenas e médias empresas, assim como para àquelas que estão iniciando agora seus investimentos no marketing online.

3. Hubspot

A Hubspot é pioneira em vários sentidos. Foi ela quem cunhou o conceito de Inbound Marketing, além de ser a primeira ferramenta de automação de marketing. Como se não fosse suficiente, é uma das plataformas mais completas também.

Se tratando de estratégias online, a Hubspot pode ajudar em todas as etapas:

  • captação, nutrição e análise de leads;
  • criação de landing pages e call-to-actions;
  • testes A/B;
  • monitoramento e publicação nas redes sociais;
  • criação de conteúdo para blogs;
  • e-mail marketing;
  • acompanhamento de palavras-chave.

Os planos de assinatura da Hubspot incluem integrações com o CRM e ferramentas de vendas online, mas todos eles são com pagamento feito em dólar, por se tratar de uma plataforma internacional. Por isso, ela acaba sendo indicada para grandes empresas ou quem já faz o investimento contínuo no departamento de marketing.

4. Autopilot

O Autopilot se propõe a automatizar os procedimentos envolvidos no e-mail marketing e nutrição de leads. Porém, seu diferencial está na monitoração da jornada dos consumidores. O acompanhamento da experiência do cliente possibilita que as empresas desenvolvam estratégias personalizadas para perfil de consumo.

Outro ponto atrativo do Autopilot é a criação de conteúdos específicos para cada meio de comunicação. Com essa ferramenta você saberá exatamente o momento certo de encaminhar uma mensagem e qual o conteúdo que deve conter nela. Além do mais, essa plataforma personaliza os textos de acordo com o canal — aplicativos de mensagens, SMS, e-mail e, até mesmo, cartas.

Um recurso que não está presente na maioria das demais ferramentas de automação de marketing é a captura de leads anônimos. O Autopilot faz o rastreamento de cookies quando alguém visita seu site, blog, app ou rede social, possibilitando que nenhum contato em potencial seja perdido.

5. RD Station

Essa plataforma de marketing é brasileira, sendo bem popular no país todo, por se tratar de uma ferramenta completa para inbound marketing. Ela tem recursos para gerenciar:

  • redes sociais;
  • blogs;
  • e-mail marketing;
  • landing pages;
  • SEO;
  • geração, gestão e scoring de leads.

Um dos diferenciais da RD Station é a análise de leads, baseando-se no perfil e interesses desse contato. Além disso, ela traz recursos que permite a criação de conteúdos específicos para cada estágio do funil de vendas, personalizando sua estratégia de acordo com as necessidades do cliente.

Diferentemente da Hubspot, sua concorrente para automação de marketing de grandes empresas e campanhas, a RD Station é simplificada e pode ser usada tranquilamente por iniciantes do marketing online e pequenas empresas. Seus recursos são totalmente em português e permitem o controle, gerenciamento e automatização de todas as etapas da jornada de consumo.

6. ActiveCampaign

Outra ferramenta de automação de marketing recomendada para iniciantes é a ActiveCampaign, pois ela é focada no usuário que não compreende muito bem os processos e utiliza uma interface atrativa e amigável para explicar as etapas.

Dentre os recursos, o mais atraente é geotracking para ações segmentadas, como a nutrição de leads. Além disso, a ferramenta acessa o local que o contato estava quando recebeu o e-mail, permitindo redirecionamento de estratégias e análise de novos percursos na tomada de decisões.

O ActiveCampaign assim denomina-se por atuar ativamente nas campanhas de marketing, ou seja, todos os dados e ações tomadas são apresentados em tempo real e de maneira integral, possibilitando o controle e gerenciamento eficaz de todo o funil de vendas e trajetória do consumidor.

A ferramenta também analisa o comportamento do usuário na Internet, assim como suas interações nas redes sociais, relacionando-as com o e-commerce, site e blog do produto ou marca. A captura e leitura dessas informações ajudam na criação de funis e no entendimento do lead scoring, personalizando a sequência de e-mails no fluxo de nutrição de leads.

7. Google Analytics

Apesar da maioria dessas plataformas fornecerem insights e análises precisas sobre cada etapa da estratégia, quando queremos perceber os resultados como um todo, o melhor ainda é usar as análises do Google.

Por unificar os relatórios, dados e medidas de toda sua estratégia e campanha é que o Google Analytics é uma das ferramentas de automação de marketing mais utilizadas. Com ela você terá em mãos relatórios importantes com os dados e resultados do seu blog e site, mostrando informações como:

  • o caminho que o lead percorreu até chegar em seu site;
  • quanto tempo permaneceu navegando em seu domínio, separando o tempo por seções e páginas visitadas;
  • qual fonte de acesso utilizam — smartphone, notebooks e computadores, além de aplicativos e navegadores;
  • qual dessas fontes de acesso é a que mais converte.

O Google Analytics também permite a análise de campanhas e promoções de curta duração, mostrando pontualmente seus resultados e de maneira separada da sua ação principal.

Para a divulgação de campanhas, muitas empresas utilizam o chatbot na estratégia de marketing. Mas na hora de acompanhar os leads, nutri-los e gerenciá-los, a melhor opção são as ferramentas de automação de marketing, pois elas fornecem conhecimento profundo sobre os clientes, melhorando o relacionamento e aumentando as vendas.

Gostou do nosso post sobre ferramentas de automação de marketing? Para compreender mais sobre isso, baixe nosso E-book - Automação de Marketing: dicas, ferramentas, estratégias e muito mais!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.

New Call-to-action

POSTS MAIS LIDOS