Chatbot na Black Friday: como o bot pode ajudar nas vendas

Investir em chatbot na black friday é uma estratégia fundamental para vender mais. Conheça os benefícios e as possibilidades de uso.

A experiência do cliente vem cada vez ganhando mais espaço nas empresas. E, com certeza, se você tem hábitos digitais já deve ter conversado com a Alexa, da Amazon, com a Siri, da Apple ou com chatbots de outras organizações que colocam o cliente no centro da estratégia.

A utilização de chatbot na Black Friday para captação e qualificação de leads, divulgação de promoções e ofertas e até mesmo de pesquisas NPS fazem parte da evolução dessa experiência, que já teve como base o atendimento telefônico e agora passa por uma constante transformação devido à evolução das plataformas de comunicação como serviço.

Isso porque, em 1990, os call centers estavam focados em atender telefonemas que já substituam o contato face a face e visava otimizar o atendimento ao cliente. No entanto, com a evolução da tecnologia, essas centrais de relacionamento passaram a ganhar mais investimento, absorvendo canais digitais como o e-mail, chats e redes sociais.

Agora, vivemos uma espécie de terceira geração dos contact centers: com foco no omnichannel, estratégias proativas de relacionamento e muita personalização. Afinal, os clientes não aceitam mais experiências negativas. E, para atender esse consumidor cada vez mais exigente, as empresas investem tanto em estratégias nos canais presenciais (serviço de campo e atendentes) quanto nos canais remotos (chatbots, e-mail, redes sociais, telefones, etc.), tornando um constante desafio para áreas como negócios, marketing e operações.

É por isso que o chatbot na Black Friday cumpre um papel fundamental, já que toda a empresa é impactada com o aumento da demanda: logística, atendimento ao cliente, vendas, marketing e até mesmo a área de recursos humanos. Quer saber como tornar a experiência do cliente incrível durante a Black Friday? Continue a leitura do artigo.

Black Friday, a segunda maior data de vendas

Não é novidade que para ter sucesso na Black Friday é necessário planejamento. Preparar o estoque, ampliar os canais de comunicação para melhor atender clientes e prospects, criar estratégias de vendas na Black Friday. Tudo isso para oferecer a melhor jornada de compra no período na segunda data mais importante do calendário do varejo e e-commerce.

Afinal, por mais que as lojas físicas e virtuais saibam que existe um aumento expressivo no número de chamados nas centrais de atendimento, as reclamações dos consumidores continuam as mesmas: atraso na entrega, falta de agilidade no atendimento e dificuldades de reembolsos e na troca de produtos. Você sabia que todos esses gargalos podem ser resolvidos com chatbots?

Isso porque existem dois tipos básicos de chatbots: os que funcionam como softwares e com fluxos de conversas pré-configuradas e os que utilizam inteligência artificial – que otimizam a perfomance à medida que interagem com mais clientes e prospects. Os chatbots conversacionais, por exemplo, usam inteligência artificial para falar com usuários durante horas e podem ser utilizados tanto de forma ativa quanto receptiva.

Continue a leitura do artigo e veja alguns casos de uso de chatbot na Black Friday, Com certeza, as dicas ajudarão a sua loja a se preparar para o aumento da demanda, oferecendo experiências positivas para os clientes sem sobrecarregar a equipe de atendimento. Confira!

Por que usar um chatbot na Black Friday?

Em nosso blog, já listamos as diferentes formas de aumentar as vendas com os chatbots. Mas, principalmente no caso da Black Friday, o chatbot pode não só auxiliar nas vendas, mas também desafogar a demanda de trabalho da equipe de atendimento, além de proporcionar outros benefícios.

Atendimento garantido durante todo o evento

A principal vantagem para quem utiliza o chatbot é que ele fica disponível 24 horas por dia, sete dias na semana. Assim, independentemente do horário em que o cliente precisar de atendimento, o bot estará disponível para sanar as dúvidas e, até mesmo, oferecer produtos. Isso, é claro, de acordo com uma rotina de atendimento previamente mapeada.

É importante ter mente, portanto, que os chatbots funcionam de acordo com uma régua de atendimento. Os resultados com chatbots precisam ser medidos constantemente. Dessa forma, não deixe para ativá-lo em cima da hora. Vale a pena analisar e testar estratégias antes dessa data. Para saber mais, leia: Conheça as 4 principais métricas de chatbots para você acompanhar

Melhor experiência de compra

Os clientes buscam uma boa experiência de compra na Black Friday. Querem atendimento ágil, notificações de entregas, canal para tirar dúvidas, entre outros. Não se esqueça que há consumidores que se preparam o ano todo para comprar eletrônicos, renovar o guarda-roupas ou decorar a casa.

Pensando nisso, outro benefício é que o assistente conversacional pode ser personalizado, de acordo com o perfil e com as necessidades do público, proporcionando uma experiência humanizada e muito mais agradável durante as vendas em e-commerces.

Oferecimento de produtos e divulgação de promoções

As funcionalidades do chatbot são inúmeras. É possível programá-lo para oferecer produtos relacionados àquilo que o cliente está procurando e até mesmo para sinalizar promoções e condições de pagamento, aumentando o engajamento entre marca e consumidor.

Rápido e fácil de criar

Começar a usar um chatbot é muito mais fácil do que se imagina. A plataforma de comunicação como serviço da Zenvia oferece tudo o que é necessário para usar o bot em sites, WhatsApp, SMS e até mesmo mensagens de voz. Além disso, é possível customizar e criar diferentes perfis de chatbot, de acordo com cada objetivo da marca.

Apostar em chatbots, portanto, transforma a maneira como as pessoas se relacionam com a marca. Com ele, é possível criar conversas inteligentes e garantir um atendimento humanizado e diferenciado. Conheça algumas boas práticas para criar chatbot de WhatsApp na Black Friday e prepare-se para vender mais!

Escrito por

Zenvia

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.