10 ações para impulsionar campanha Black Friday

Veja 10 dicas de sucesso, 2 cases e ferramentas para a impulsionar sua campanha Black Friday de 2021. Prepare-se para vender mais!

Para empresas dos mais diversos segmentos, preparar-se para a campanha Black Friday é quase uma obrigação. Isso porque a data, que já é uma das mais importantes do calendário do varejo no Brasil, promete movimentar ainda mais o comércio em 2021, principalmente o on-line.

Com a retomada gradual de diversas atividades presenciais e principalmente com o avanço da vacinação contra a covid-19, a tendência é de aumento da predisposição dos consumidores para as compras nesta data.

Por isso, é fundamental apostar não só na antecipação do planejamento, como também em atendimento e criativas ideias para Black Friday 2021.

Quer entender mais sobre a data, dados e tendências e ainda conhecer 5 ações que podem auxiliar no aumento das vendas? Leia este artigo e veja como fazer sua campanha decolar!

SUMÁRIO

1. História da Black Friday
2. Campanha Black Friday: dados e atualidades
3. Passo a passo para uma campanha Black Friday incrível
4. Exemplos de campanhas Black Friday
5. Como impulsionar campanhas para Black Friday
6. Ideias para Black Friday: como aplicar canais de comunicação

1. História da Black Friday

Todo mundo gosta de comprar com descontos ou com melhores condições de pagamento, não é mesmo? Agora imagine se, no meio de um feriadão, as lojas resolvessem fazer promoções exclusivas para atrair mais clientes, iniciar as vendas de final de ano e ainda equilibrar o fluxo de caixa.

Foi exatamente assim que surgiu a Black Friday, nos Estados Unidos: uma sexta-feira inteira de promoções, logo após o feriado de ação de graças, no mês de Novembro.

Por mais que essa importante data do varejo seja esperada por consumidores americanos desde a década de 60, foi apenas em 2010 que a campanha Black Friday chegou ao Brasil. Começou de forma tímida, com cerca de 50 lojas on-line aderindo à campanha e faturando, juntas, cerca de R$ 3 milhões.

Parece pouco, certo? Mas, já no ano seguinte, a adesão foi de 88% e o faturamento das lojas alcançou R$ 100 milhões. Não precisamos nem ressaltar que, posteriormente, a data se consolidou no calendário do varejo, seja em lojas físicas ou em e-commerces.

Aliás, reza a lenda que o termo Black venha justamente desse ponto de retomada: os descontos oferecidos nas vendas da Black Friday geram lucros que contribuem para que lojistas saiam do vermelho. Em uma época em que as contas eram feitas à mão, a cor preta indicava lucro e a vermelha marcava o prejuízo.

2. Campanha Black Friday: dados e atualidades

O surgimento da pandemia de coronavírus trouxe impactos significativos para o comportamento dos consumidores na Black Friday. Em 2020, os hábitos de consumo mudaram: itens de vestuário tiveram queda de 62% nas vendas, enquanto o delivery de alimentos e bebidas cresceu 37%.

Apesar de tudo isso, a Black Friday daquele ano seguiu a tendência de crescimento ano após anos desde o seu surgimento no Brasil. Esse aumento foi de 25% em comparação a 2019.

O ano de 2021 chegou com nova esperança. Com a vacinação em andamento, a previsão é que as compras se mantenham aquecidas na data. De acordo com levantamento de dados do UOL AD_LAB, 67% dos entrevistados têm intenção de realizar compras em 2021.

O número é alto, principalmente considerando a contenção de gastos causada pela pandemia. Isso mostra a importância de investir em campanhas Black Friday assertivas para conquistar clientes em suas novas formas de consumo. 

Se por um lado, em 2020, muitos consumidores deixaram de sair para fazer compras por medo do risco do contágio, por outro, o consumo on-line cresceu. E, em 2021, 47% dos consumidores afirmaram que seguirão fazendo compras somente pela internet.

3. Passo a passo para uma campanha Black Friday incrível

Os dados mostram que esse é um momento propício para dar um up nas ações para Black Friday, principalmente no ambiente digital, não é mesmo? Continue a leitura e confira um passo a passo com ideias sobre como se preparar para a Black Friday 2021.

3.1 O primeiro passo: pense e planeje as operações de Black Friday

Oferecendo descontos em diversos produtos, as empresas perceberam que é possível lucrar vendendo em grande volume. Mas, as vendas nesse dia exigem uma série de boas práticas e ideias.

Uma delas é pensar na própria operação e no planejamento para a Black Friday: será queima de estoque ou venda de novos produtos? Como esse aumento de demanda será refletido na equipe de atendimento? É preciso aumentá-la? E investir em tecnologia?

Questões como essas são fundamentais e, por isso, requerem análise com vários meses de antecedência. Afinal, sai na frente quem se planeja, não é mesmo? Por falar nisso, outro dado preocupa: a medida em que a Black Friday no Brasil foi ganhando força, aumentou também a insatisfação dos clientes.

Um estudo feito pela Gestão 4.0 mostrou que de 2018 para 2019 houve um salto de 124% no número de reclamações. As principais foram: atraso na entrega (49,62%), propaganda enganosa (7,31%), reembolsos (5,44%) e troca de produtos (3,75%).

O primeiro passo para evitar esses gargalos é se preparar para a data. Mas como? Veja algumas ideias para Black Friday:

  • fazer um inventário do estoque;
  • planejar as ações promocionais;
  • buscar soluções logísticas além dos correios;
  • criar uma comunicação transparente e eficaz com os clientes;
  • apostar em estratégias digitais;
  • investir em tecnologia.

3.2 O segundo passo: prepare-se para o aumento de demanda de vendas na Black Friday

O Brasil tem mantido um crescimento no e-commerce nos últimos anos e a tendência se mantém para 2021. Uma pesquisa realizada pelo setor de Inteligência de Mercado da Globo apontou que 32% dos consumidores pretendem fazer mais compras na data. Os produtos mais desejados são: 

  • Roupas e acessórios (71%);
  • Eletrônicos (69%);
  • Computador (66%);
  • Viagens (64%);
  • Calçados (64%);
  • Smartphones (63%);
  • Perfumes e cosméticos (60%);
  • Móveis (57%).

Além de preparar as operações para esse aumento de demanda, preocupe-se em oferecer descontos que, de fato, sejam promoções benéficas para os compradores. Afinal, propaganda enganosa entra na lista de reclamações e não é nada positivo para a sua marca, não é mesmo?

Confira mais dicas e ideias para atender às expectativas dos clientes na Black Friday 2021.

3.3 O terceiro passo: conheça seu público

Toda ação de Marketing e de Vendas precisa ter como foco o público que se deseja atingir, certo? Isso é importante para que as campanhas tenham maior efetividade. Imagine, por exemplo, anunciar produtos para crianças e bebês para pessoas que não têm filhos. Ou então, oferecer plano funerário para um público de pré-adolescentes.

Bom, tendo sorte, pode até surtir algum tipo de efeito e venda isolada. Mas, no fim das contas, as chances de ter efetividade assim são baixíssimas, concorda? Por isso, assim como em qualquer outra campanha, aquelas voltadas para a Black Friday devem ter como foco o público que se deseja alcançar.

Isso deve ser feito levando-se em conta a idade, o sexo e até mesmo a renda das pessoas que consumiriam seus produtos e/ou serviços. Mas como fazer isso? A resposta é: com estudos baseados nos próprios clientes da sua empresa.

Então, não deixe de compreender o comportamento de consumo deles de maneira geral e, também, em dias de Black Friday de anos anteriores. Essa é uma boa forma de tentar prever a demanda do ano atual.

3.4 O quarto passo: analise dados e atinja o novo consumidor

As pesquisas e insights sempre podem dar um bom panorama de mercado, mas, seguindo o raciocínio anterior, nenhum dado é mais valioso do que os gerados pelos seus próprios clientes e prospects. Portanto, o ponto de virada é olhar para dentro de casa. 

Para aumentar as vendas na Black Friday 2021, após conhecer melhor seus consumidores, veja por qual canal a sua base de clientes gosta de se comunicar.

Confira também quais são os produtos mais procurados na data e analise quais promoções fizeram mais sucessos nos últimos anos. Saiba, ainda, como atender os 7,3 milhões de novos consumidores de e-commerce que passaram a comprar virtualmente durante a pandemia.

Também não se esqueça de que, na Black Friday, o preço dos produtos importa bastante. E que, quem planeja comprar na data, já tem uma boa noção da variação do valor de cada item desejado. 

Portanto, foque nisso e se prepare para, de uma forma ou de outra, investir no relacionamento com os clientes, aumentando consequentemente as vendas na campanha Black Friday com:

  • preço promocional;
  • frete grátis;
  • cupons de desconto em ações promocionais;
  • menor prazo de entrega;
  • atendimento fácil e rápido;
  • mais opções de pagamentos.

3.5 O quinto passo: amplie os canais de comunicação

Ao longo dos anos, a Black Friday vem se apresentando como uma oportunidade para as lojas venderem por meio de dispositivos mobile. Então, nada mais justo do que a ideia de ampliar e estar em diferentes canais de comunicação para ir além das ofertas via e-mail.

E, quando falamos em ampliar os canais de comunicação, não dizemos isso apenas em relação às vendas na Black Friday efetivamente. Isso tem relação também com o atendimento ao cliente pós-venda, ao Marketing, ao SAC e para resolver gargalos de operações como agendamentos e notificações de status de pedidos. 

Essa também é uma oportunidade de implementar uma experiência omnichannel para a sua base de clientes, ou seja, estar disponível em canais físicos e digitais de forma integrada.

Um dado importante da consultoria Mckinsey mostra que os brasileiros e brasileiras preferem os canais self-service como e-mail, WhatsApp, SMS e chat no início da jornada de compra. No entanto, são nos canais diretos como aplicativos, site, e-commerces e telefones que costumam fechar as compras.

Mas não se esqueça das regras e processos para contar com alguns tipos de canais para a Black Friday. O uso do SMS em massa, por exemplo, requer a contratação de empresa especializada.

De maneira semelhante, para usar o WhatsApp Business API e atender em larga escala durante a Black Friday, é necessário contar com uma empresa que seja provedora oficial do WhatsApp Inc. a fim de evitar bloqueios e suspensão da conta durante uma data como essa.

4. Exemplos de campanhas Black Friday

Como mencionamos, as campanhas de Black Friday requerem bastante planejamento estratégico e devem ser feitas com antecedência. Isso porque elas são importantes para que consumidores tomem conhecimento de sua marca e clientes saibam das ofertas especiais nessa data. 

Então, confira a seguir dois exemplos de campanhas de sucesso que poderão gerar insights e ideias para Black Friday 2021.

4.1 Dafiti

O e-commerce que vende um pouco de tudo resolveu inovar na Black Friday 2013 e oferecer descontos todos os dias da semana separados por cores (White Monday, Blue Tuesday, Red Wednesday, Yellow Thursday e Black Friday).

Cada dia era acompanhado por ofertas de diferentes segmentos de produtos. O resultado foi o aumento de vendas não só no dia específico da Black Friday, mas ao longo de toda a semana. 

4.2 Chubbies

A marca estadunidense de Swimwear caprichou na estratégia Black Friday oferecendo brindes exclusivos a cada compra, e o mais inusitado: os brindes mudavam a cada 12 horas. A campanha não só aumentou o volume de vendas como também incitou a curiosidade e deu um show de atendimento na Black Friday

5.Como impulsionar campanhas para Black Friday

Agora que você já conheceu modelos de ações para inspirar a sua campanha, saiba como impulsioná-la com algumas dicas simples da Zenvia para sua empresa!

5.1 Elabore um planejamento estratégico

Desenvolver uma estratégia com antecedência é essencial. Por isso, é necessário ter um bom planejamento, definindo datas de campanhas, orçamentos, canais de comunicação a serem utilizados, equipes de colaboradores a serem mobilizadas etc.

Tudo isso é importante para dar um norte às ações que serão tomadas e visualizar se os objetivos foram alcançados e com qual eficácia. 

5.2 Tenha uma boa base de leads

Aproveite os meses anteriores à Black Friday para atrair novos leads e atualizar a base. Uma dica interessante para realizar campanhas mais assertivas é fazer pesquisas com o seu público. 

Assim, você pode entender quais são os produtos e serviços que geram mais interesse. Dessa maneira, com a aproximação da data, será possível enviar campanhas mais segmentadas e direcionadas para um público interessado.

5.3 Conte com ferramentas de automação

As ferramentas de automação de marketing podem não só facilitar o seu trabalho como também potencializar as suas ações. Com APIs de SMS e WhatsApp, por exemplo, é possível enviar uma grande quantidade de mensagens em poucos segundos. 

Assim, a empresa poderá facilmente atualizar os leads quanto a novidades e ofertas especiais, enviar lembretes da data e até oferecer assistência por meio de um chatbot.

Outra dica é investir em uma solução de voz. Assim, você poderá enviar campanhas por torpedo de voz para sua base de contatos e ampliar os canais de geração de oportunidades.

5.4 Diversifique os canais de comunicação

Garanta que suas campanhas de marketing atingirão o público-alvo comunicando-se com ele através de seus canais de comunicação preferidos. 

Não adianta focar na comunicação via e-mail se os clientes da empresa estão mais presentes no Instagram e WhatsApp. Faça um estudo com antecedência para entender quais são os canais mais populares e utilize ferramentas de automação de marketing para estar presente em todos eles. 

O Zenvia Chat, por exemplo, é uma plataforma de atendimento ao cliente que permite que a empresa gerencie diferentes canais  de comunicação em um único lugar. Dessa forma, você pode integrar Voz, WhatsApp, Chat, SMS, Facebook Messenger, Telegram, Mercado Livre e E-mail e estar disponível em todos eles!

5.5 Monitore as campanhas Black Friday

Por fim, para entender se as campanhas estão sendo bem-sucedidas de acordo com os objetivos determinados no planejamento, analise os resultados e, se necessário, faça alterações para atrair cada vez mais clientes.

6. Ideias para Black Friday: como aplicar canais de comunicação

Neste post, falamos sobre ideias para campanhas de Black Friday e sobre comunicação com o cliente também. Isso porque de nada adianta o lançamento de diversas ofertas durante a data, se a experiência do consumidor não for de fato boa.

Mas como garantir que ele seja bem-atendido? Quais canais permitem que a empresa se comunique facilmente com seus clientes? É o que vamos mostrar a seguir.

6.1 WhatsApp

O WhatsApp é um dos aplicativos mais populares no Brasil atualmente. Ele está presente em cerca de 99% dos smartphones ativos no país. Isso, por si só, o torna uma importante ferramenta de comunicação com os consumidores na Black Friday.

Além de possibilitar o atendimento ao cliente em tempo real, é possível automatizar alguns processos e solicitações simples (segunda via de boleto, por exemplo). Isso permite escalar a operação e desafogar a equipe, para que possa trabalhar de maneira mais estratégica nesta data. 

É importante, no entanto, ressaltar que existem algumas regras e restrições para o uso do WhatsApp, conforme política do próprio aplicativo.

Além disso, todas as notificações (mensagens a serem enviadas pelas empresas pelo canal) passam por um processo de revisão e autorização pelo WhatsApp Inc. para que possam ser enviadas. Veja a seguir algumas possibilidades e ideias de uso do WhatsApp na Black Friday.

6.1.1 Envio de cupons promocionais

É possível fazer o envio de cupons promocionais pelo WhatsApp para que os clientes consumam ainda mais em sua empresa durante a Black Friday.

Cupons promocionais em campanha Black Friday

6.1.2 Recomendações de produtos

O WhatsApp permite também que as marcas façam recomendações de produtos ou serviços baseados em compras anteriores dos usuários. Assim, é possível incentivar a compra de mais itens e melhorar os resultados da empresa.

Recomendação de produtos em campanha Black Friday

6.1.3 Lembrete de abandono de carrinho

Mensagens relembrando os usuários sobre produtos abandonados no carrinho de compras do e-commerce podem otimizar a taxa de conversão da empresa. O alcance pode ser ainda maior ao fazer isso pelo WhatsApp, dada a popularidade do aplicativo.

6.1.4 Rastreamento e status de pedidos

Como mencionamos, a cada ano, as compras on-line durante a Black Friday crescem e, com isso, a necessidade de preocupação com a logística das entregas também. Pois, as empresas podem usar o WhatsApp para enviar notificações sobre o status dos pedidos, assim como o rastreamento de suas entregas.

6.1.5 Renovação de planos

Serviços por assinatura podem oferecer a renovação ou ampliação dos planos de seus clientes por meio de notificações no WhatsApp. É possível até mesmo inserir botões para otimizar e escalar as interações durante campanhas de Black Friday.

Renovação de planos em campanha Black Friday

6.1.6 Viagens

Por meio do WhatsApp, empresas de turismo podem enviar alertas de preços de voos de interesse do cliente, ofertas customizadas conforme preferências de viagem e oferecer serviços adicionais (como aluguel de carro, reserva de hotéis etc.).

6.2 SMS

O SMS é um canal de grande abrangência, já que não requer conexão com rede de internet para seu recebimento por parte dos usuários. Além disso, ele também tem várias possibilidades de uso durante uma campanha de Black Friday, como veremos a seguir.

6.2.1 Divulgação de promoções

Mensagens do tipo SMS são ótimas alternativas para divulgar as promoções de Black Friday da sua empresa e podem contar até mesmo com o link que envia diretamente para o seu site.

6.2.2 Envio de boleto para pagamento

Linhas digitáveis dos boletos de pagamento também podem ser compartilhadas por meio de SMS durante a Black Friday. Feito isso, bastará o usuário copiá-las e fazer o pagamento no aplicativo do seu banco.

6.2.3 Rastreamento e status de pedidos

O acompanhamento do processo de pagamento e/ou de status da entrega de pedidos feitos durante esta data também pode ser feito por SMS. Assim, pode-se oferecer uma boa experiência com os consumidores ao alinhar expectativas quanto à compra realizada.

6.3 RCS

O RCS (Rich Communication Service) é um padrão de mensagens do Google que é recebido pelo usuário no mesmo aplicativo em que chegam as mensagens do tipo SMS. Ele permite o uso de imagens, vídeos e GIFs, tornando a comunicação mais interativa e atraente.

Continue a leitura e veja como aplicar o RCS na sua campanha de Black Friday.

RCS em campanha Black Friday

6.3.1 Aviso sobre ofertas e descontos

Além de permitir a comunicação de ofertas e descontos, o RCS torna esse aviso mais visualmente amigável. Ainda, ele permite até mesmo cliques em botões que levam diretamente para o link do site da empresa.

6.3.2 Envio de passagens e confirmação de reservas

Empresas do segmento de turismo também podem aproveitar os benefícios do RCS para enviar passagens aéreas para seus clientes. O QR code pode ser incluído no próprio RCS, facilitando seu uso no momento do embarque, por exemplo.

6.4 Trusted SMS

Muitas vezes, é difícil para os usuários terem a certeza sobre a real identidade das empresas remetentes das quais recebem mensagens. Um estudo do Google mostrou que 57% das pessoas que se comunicam por SMS estão preocupadas com fraude e spam.

Em épocas de grande volume de transações feitas pelos consumidores como na Black Friday, entregar segurança é fundamental. Para isso, basta usar o Trusted SMS. Veja abaixo como.

6.4.1 Verificação em duas etapas

Por falar em segurança, um processo muito importante para mantê-la é a verificação em duas etapas. Quando feita pelo Trusted SMS, esse tipo de mensagem garante maior credibilidade ao emissor do código de verificação e traz mais segurança para o usuário.

6.4.2 Rastreamento de pedidos

Rastreamento de pedidos são ainda mais efetivos quando realizados pelo Trusted SMS. Isso porque ele permite a rápida identificação do remetente da mensagem, melhorando a experiência do usuário na espera pela entrega do seu produto.

6.4.3 Confirmação de reservas em viagens

Compra de passagens aéreas, reservas de hospedagem e aluguel de carro são alguns dos serviços que podem ser adquiridos durante a Black Friday. O envio da confirmação desses pedidos também pode ser feito por meio de mensagens SMS com remetente identificado (Trusted SMS).

Fazer campanhas Black Friday requer bastante planejamento, boa estratégia e ideias criativas. Além disso, é preciso se preparar com antecedência, tendo em vista a logística, o marketing e as ferramentas que vão apoiar o atendimento, as vendas e o processo pós-vendas também.

Por falar em ferramentas, que tal conhecer os canais e as plataformas da ZENVIA que podem impulsionar suas campanhas Black Friday? Entre em contato com a gente e descubra as possibilidades!

Escrito por

Zenvia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por dentro e confira as nossas dicas sobre o mercado mobile e interação digital.